terça-feira, setembro 17, 2013

Phoenix sendo... Phoenix, de novo!

Por Jorge Perez

Ah, a música. Se tem uma coisa que me inspira e que eu, genuinamente, gosto de escrever sobre, é ela, a música.

Estas últimas semanas têm sido bem movimentadas e fodas. Por que isso? Porque eu passo o ano todo esperando pelos novos álbuns das minhas bandas favoritas, que invariavelmente deixam de vir, mas quando eles finalmente chegam, ainda mais assim de uma vez, puta que pariu, é do caralho!

Só nestes últimos dias botei as mãos no "AM" do Arctic Monkeys, "Mechanical Bull" do Kings of Leon, e no "Right Thoughts, Right Words, Right Action" do Franz Ferdinand (ótima dica do meu amigo Nelsinho Ferman, já que eu tinha deixado passar essa).  Mas fiz uma listinha dos álbuns que foram lançados recentemente neste ano:

BANDA
ÁLBUM
LANÇAMENTO
DAFT PUNK
RAMDOM ACCESS MEMORIES
MAIO/2013
PHOENIX
BANKRUPT!
ABRIL/2013
TRAVIS
WHERE YOU STAND
ABRIL/2013
MGMT
MGMT
SETEMBRO/2013
STEREOPHONICS
GRAFFITI ON A TRAIN
MARÇO/2013
THE STROKES
COMEDOWN MACHINE
MARÇO/2013
BLACK SABBATH
13
JUNHO/2013

ENTRE OUTROS.

Mas hoje eu tô aqui pra escrever sobre o "Bankrupt!" do Phoenix, e é isso que eu vou fazer.

Eu, particularmente, acho interessante e bem legal quando uma banda tenta fazer uma parada diferente, dar uma inovada e etc... Na real, acho até natural, as pessoas envelhecem, conhecem pessoas e lugares diferentes, sofrem novas influências e por aí vai. Um ótimo exemplo disso foram os Beatles. Os caras inovaram demais, estavam sempre evoluindo, tentando coisas novas, experimentado e importando novos sons, não dá nem pra imaginar o que seria da música, tivessem eles ficado só naquela pegada do "Iê, Iê, Iê".

Mas eu não vou mentir, eu gosto demais quando sai um álbum novo daquela banda que você gosta muito, e quando você ouve, parece uma continuação do anterior, ou dos anteriores, que marcou/marcaram uma época, aquele som que você cantarolou e assoviou pelas ruas durante um verão inteiro.

Acho que rola até um certo lance nostálgico, aquele de querer ter o prazer de ouvir alguma coisa pela primeira vez de novo.

Como eu gostaria de poder ouvir "No Reply" do "Beatles For Sale" mais uma vez pela primeira vez. Ou voltar em 2005, quando eu morava em Sydney e comprei o Hot Fuss naquela lojinha que chamava Cheap Cd´s na Bondi Rd. São momentos que nunca serão esquecidos, que sempre virão carregados de sentimentos e lembranças que vêm a tona toda vez que toca aquele som.

Mas enfim, voltando à terra, este lugar chato e cruel que chamamos de lar, a realidade é esta, e o que foi, não volta mais, porém, ah porém, de vez em quando aparece um presente desses, como o Bankrupt!.

Eles voltaram e voltaram do jeito que foram, com seus sinth´s clássicos, as guitarras abafadas de sempre, a batera rápida, e o Thomas é o mesmo, sem contar que sim, eles continuam franceses (duh), mas agora eles passaram um tempo na Califa, e isso fica fácil de notar nos sons novos. Além disso, um detalhe que não pode passar desapercebido nesse novo álbum é a presença dos sons orientais. Isso fica claro logo de início, a primeira música, Entertainment, já deixa esse lance bem claro logo no primeiro segundo, sem contar o vídeo oficial da música, que foi inspirado em alguma "novela" coreana (veja abaixo).



Bom... é isso, quem gostou de Wolfgang Amadeus Phoenix não vai se decepcionar com esse trampo novo.

GOSTOU? POR FAVOR DEIXE SEU COMENTÁRIO E COMPARTILHE!!!

#PlayingNow: Metronomy - Heartbreaker



Nenhum comentário:

Postar um comentário